Mensageiro do Prazer: Mantendo acesa a chama do Rock And Roll

foto 1
Fotos: Vinny Vannoni, Emerson Rocha e Denise Bernardes

 

 

Imagine a fusão entre o peso do Hard Rock e a malícia do bom e velho Rock And Roll, essa é a receita da banda Mensageiro do Prazer, que há cerca de quinze anos vem buscando seu espaço no cenário gaúcho. Desde o começo de 2015 é formada por Vagner Bueno (guitarra e vocais), Henrique Nunes (baixo), Kleber Kilmister (guitarra), Emerson Rocha (bateria) e Josye Santos (vocais). Com influências que vão desde bandas consagradas mundialmente como Deep Purple, Led Zeppelin, Motley Crue e AC DC, aos pilares do Rock And Roll gaúcho e nacional como TNT, Velhas Virgens, Cascavelletes e Rosa Tattooada, a banda segue fazendo shows para divulgar o seu primeiro EP, chamado “Estrada”, enquanto prepara as músicas que farão parte do seu próximo lançamento.
foto 1

Da esquerda para a direita: Vagner Bueno; Emerson Rocha; Josye Santos; Henrique Nunes e Kleber Kilmister

Depois de finalizar mais um ensaio, a banda se disponibilizou a nos atender e responder algumas perguntas:

Insanity: Como foi a gravação do EP?


Vagner: A gravação já tem algum tempo, já faz dez anos, foi com outra formação. Logo após a gravação, a formação da época se desfez e só em 2008, já com o meu irmão, o Henrique Nunes assumindo o baixo que conseguimos começar um trabalho mais sério. Daí com a entrada do Emerson e da esposa dele, a Josye em janeiro, nós conseguimos fixar uma boa formação para seguir divulgando esse trabalho.
Josye: É, eu comecei de metida (risos). Assistia os ensaios e quando vi já estava cantando na banda.

Vagner: Já era uma ideia antiga ter uma mulher na banda para cantar e fazer o backing vocal, aí a Josye apareceu e é uma coisa que ainda estamos estruturando, algumas músicas ela canta só o refrão, outras canta inteira e já estamos compondo algumas específicas para ela cantar.

Insanity: E essa é a formação ideal ou ainda estão procurando mais uma peça?
Vagner: Estamos procurando tecladista, queremos um cara que queira fazer um trabalho sério.
Emerson: Procuramos uma pessoa com responsabilidade, quando eu entrei para a banda eu avisei o Vagner que eu sou bem “chato”, eu não falto ensaio, até se estiver caindo o mundo eu vou para o ensaio mesmo assim, então queremos manter o nível mais profissional possível.
Vagner: Tanto o Henrique, quanto eu concordamos que a entrada do Emerson e da Josye foi excelente para a banda. O Emerson é um dos caras mais interessados que já tocaram com a gente. Foi um “UP” legal para a banda.



Insanity: O EP ainda está disponível para venda?


Vagner: A última prensagem se esgotou há pouco tempo, mas já estamos providenciando novas cópias. Quem quiser adquirir pode entrar em contato com a gente através da página da banda no facebook.

Foto 3

Capa do EP “Estrada”

 

Insanity: O público pode esperar novos lançamentos?

Vagner: Sim, nós iríamos começar a gravar esse mês, mas por problemas diversos acabamos não conseguindo. Então estamos nos organizando para a partir de agosto começar o processo de gravação. Nós temos muitas músicas, só está faltando conseguir estruturar tudo para entrar em estúdio, queremos fazer uma releitura de “Estrada” e “Roubar Seu Coração” com essa formação, com esse feeling atual.

Josye: Eu estou bem ansiosa para começar, por que o material que está circulando não tem a minha participação.

Insanity: Como será lançado esse material novo?

Vagner: Temos material suficiente para lançar um disco completo, vamos gravar em torno de dez a doze músicas.

Emerson: A intenção é gravar, levar o material para produtoras e gravadoras e ver como podemos fazer o lançamento. Eu acredito muito no que fazemos por que é um som que tem muita influência do Rock And Roll que não se encontra mais por aí.

Insanity: E como está a agenda de shows?

Vagner: Estamos tocando bastante. Fizemos uma parceria com a produtora Ectoplasma que vêm agendado algumas datas e nos colocando para tocar em alguns festivais.

11665371_969446943076663_6039932031310643543_n

Mensageiro do Prazer em ação
Insanity: Qual a opinião da banda em relação ao cenário musical de Porto Alegre?
Vagner: Eu acho que tem muitas bandas fazendo um som legal, mas está faltando entrosamento, união entre as bandas.
Emerson: Infelizmente ainda vemos muito as bandas fazendo o seu show e indo embora, não prestigiam as outras bandas que ainda não tocaram, sem interagir. Isso enfraquece a cena, por que acaba impedindo parcerias futuras que poderiam acontecer.
Josye: Nós, mesmo sabendo que vamos tocar às 20h00min, chegamos cedo, às vezes seis horas antes para poder assistir os shows que vão acontecer antes do nosso e interagir com todos.
Insanity: Quais os planos da banda para o futuro?

Vagner: Queremos seguir firme com essa formação, os ensaios são bons, estamos curtindo. Continuar tocando muito, gravar e continuar evoluindo como banda.
Insanity: Abrimos espaço para vocês deixarem uma mensagem final:

Vagner: É isso aí, Rock And Roll na veia e vamos seguir nessa evolução sempre com humildade.

Josye: Quero agradecer ao público fiel que vem nos acompanhando ao longo desse ano.

Emerson: Eu quero agradecer e pedir para o pessoal abrir a mente para as bandas novas que estão fazendo um bom trabalho e procurando o seu espaço. Nós sempre procuramos fazer o som que gostaríamos de ouvir se estivéssemos no público e vamos continuar nesse caminho.
Contatos através da página oficial da banda:
Comente usando seu Facebook!

Seja o primeiro a comentar esse post!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

*