Ex- vocalista da Pleaser, Francis Lima, anuncia carreira solo

14699798_10206792096512520_251638719_n

Fotos: Amigo Lagarto, Lucas Cunhas e Natasha Ferla

A Pleaser foi uma banda de Hard Rock que despontou como uma das promessas do estilo no Rio Grande do Sul. Com o lançamento do álbum “One Night in Paradise”, em 2014, o grupo obteve excelentes críticas e caminhava para consolidar o seu nome no cenário, mas a banda encerrou suas atividades de maneira precoce.  No ano de 2016 Francis Lima, ex-vocalista,  ressurge como artista solo lançando singles que mantêm o padrão de qualidade do seu antigo grupo.

Francis nos concedeu uma entrevista em que esclarece o término da Pleaser e fala sobre o seu novo trabalho:

Insanity Records: A Pleaser lançou o debut “One Night in Paradise”, dois videoclipes e já noticiavam nas redes sociais que estavam trabalhando no segundo álbum, por que a banda encerrou suas atividades?

Francis Lima: Estávamos indo bem com as novas composições e determinados em gravar o segundo álbum. Nos últimos ensaios tocamos apenas músicas novas e a banda já tinha ideia do novo título, capa e próximos vídeos. Engraçado que não houve um motivo ou decisão de alguém para encerrar, apenas acabamos não tocando mais. É uma pena.

Fizemos o último show no Hurricane Hard Rock Fest, que aconteceu no Bar Eclipse junto com a Pétalas Insanas, Savannah e Lynce. Lá foi a última vez que estivemos juntos.

14741208_10206792102672674_167065497_n

Pleaser

Insanity Records: Você lançou recentemente dois singles solo “How Bad You Are” e “Weird”, seguirá lançado singles ou fará um EP ou álbum completo?

Francis Lima: Vou lançar mais um single em breve chamado “Your Joy”. Esse também contou com o Felipe Chagas (Gueppardo) na bateria. Vou seguir lançando singles até ter um material suficiente para lançar um EP.

Insanity Records: O primeiro single “How Bad You Are” contou com a participação do guitarrista Perÿ Rodriguez (Gueppardo), do baixista Luciano Lee (O.G.I.V.A) e do baterista Antonio Homrich, já no single mais recente teve participação apenas do baterista Felipe Chagas (Gueppardo) e o resto dos instrumentos foi gravado somente por você.  As próximas músicas contarão com outras participações ou você seguirá gravando sozinho os instrumentos de cordas?

Francis Lima: Vou seguir gravando os instrumentos de cordas e convidando bateristas para a gravação, pois às vezes é difícil conciliar os horários com todo mundo porque eles têm os próprios projetos. O primeiro single foi muito legal o processo, fizemos alguns ensaios juntos antes, foi bem divertido. Na verdade eu gostaria de tocar junto com muita gente, acho legal essas parcerias. Vou começar mais duas músicas este mês no estúdio Hurricane a e bateria será gravada pelo meu amigo Rafaah Drink Wine da banda Velho Bordel.

Insanity Records: Caso aconteça um EP ou álbum completo, tem previsão de lançamento e sairá em formato físico?

Francis Lima: Tenho como objetivo fazer um lançamento oficial até junho de 2017, incluindo formato físico. Ainda não sei realmente se vai ser um álbum ou EP, vai depender da quantidade de músicas que já estiverem gravadas. De junho não passa, com certeza!

Insanity Records: Cogita a possibilidade de lançar videoclipes para uma das faixas?

Francis Lima: Sim, quero lançar um videoclipe para a “How Bad You Are” com o mesmo pessoal que gravou ela no estúdio. Também já imagino vídeos para os próximos lançamentos, tenho muitas ideias ainda para gravar, mas a primeira vai ser a “How Bad You Are”.

Insanity Records: Você montará uma banda de apoio para realizar shows ou turnê de divulgação?

Francis Lima: Sim, quero fazer alguns shows de divulgação para lançar o primeiro EP. Já conversei com o Perÿ Rodriguez e o Luciano Lee. É muito bom ter uma parceria com esses caras, pois além de amigos são excelentes músicos.

Insanity Records: Depois de tantos anos integrando uma banda, como é para você produzir este novo material como artista solo?

Francis Lima: É muito legal, pois eu sou meio perturbado musicalmente. Eu escuto muita coisa em casa, em uma playlist pode vir um W.A.S.P., Prince, Pantera, Tina Turner e depois um Stryper. Acho que isso acaba refletindo nas músicas. Na Pleaser procuramos seguir uma linha mais ou menos do que todos tinham em comum, já solo pode sair umas coisas bem estranhas.

Insanity Records: Você pensa em seguir como artista solo ou pretende montar uma nova banda?

Francis Lima: As duas coisas, vou seguir gravando as músicas solos e vou começar logo um projeto com umas músicas que tenho mais na linha Sinner, W.A.S.P. e Picture. Nesse projeto pretendo montar uma nova banda, talvez o mais difícil seja encontrar um pessoal com essas influências, mas de qualquer forma vou gravar esses sons. Adoro gravar.

14628054_10206792101672649_1681060351_n

Músico pretende conciliar carreira solo com nova banda

Insanity Records: Deixamos este espaço para você falar diretamente para o público?

Francis Lima: Em breve vou colocar todo acesso ao material em uma página que vou publicar em francislima.net

Quero agradecer a Insanity Records pela entrevista e ao pessoal que curtiu os novos sons. Obrigado mesmo! Em breve terão novos. Espero estar com 85 anos e gravando mais sons (tomara que o Hurricane ainda exista).

Obrigado e até breve!

Contatos:
Francis Lima

Comente usando seu Facebook!

Seja o primeiro a comentar esse post!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

*